Influência

08/02/2017 00:00

 

Influência (03/08/1963) §§ 53-54, Chicago, Illinois, EUA.

Se vejo um homem caminhando, um jovem de boa aparência; em poucos anos, observo o seu cabelo ficar grisalho e escapar, com os seus ombros caídos para baixo. Uma bela jovem de pé, com um santo e divino rosto nela, e de pé e louvando a Deus; e eu volto daqui a alguns anos e a encontro de ombros curvados, carregando dois ou três filhos. Bem, que coisa, aí – isso mostra que naquele corpo há morte. Não importa o quão bem ele seja e o quão belo ele se parece, ele ainda assim tem morte nele. [“Amém”] Agora, eu observo de que maneira que o espírito se inclina ali dentro. Se ele está sempre representando a Luz, falando da Luz, contando da Luz, ele irá com a Luz. [“Amém”] Mas se ele está sempre do outro lado, do mundo, das coisas do mundo, influenciado pelo mundo, não há nada a não ser se converter em trevas quando ele morre, nas trevas exteriores. [“Amém”] Então veja, o que somos, devemos nos lembrar de que somos o que somos somente pela graça de Deus, e nenhum de nós pode se gabar. Nós podemos somente nos curvar em adoração e humildade diante de Deus e louvar a Ele por Sua bondade.