Como a Águia Agita o Seu Ninho

28/06/2017 00:00

 

Como a Águia Agita o Seu Ninho (22/01/1961) § 65, Beaumont, Texas, EUA.

Como um homem que saiu... Ele disse: “O Reino de Deus... que lançou a rede ao mar. E quando ele a retirou, ele tinha tartarugas, lagostas, lagartos, e tudo mais”. Puxou-os para fora na margem. Esse é o trabalho do pregador. Nós não sabemos qual é qual. Alguns deles são peixes, alguns são lagartos, alguns são cobras, alguns são lagostas. Observe a velha lagosta quando ela está ali. Alguém diz: “Glória, aleluia. Louvado seja o Senhor”. Ela diz: “Hump, hump, hump, hump, hump, hump. Eu não posso crer nisso”, [A audiência ri – Trad.] e ela vai de volta para a água. A velha cobra só estica a cabeça para cima e diz: “Eu pensei que eu estava na igreja, mas isso são santos roladores”. E aqui vai ela. [Mais risos – Trad.] O que ela era? Uma cobra, para começar, [“Amém”] uma lagosta, para começar. Uma velha senhora aranha “vupt!”, [O irmão Branham ri – Trad.] de volta para o buraco de lama novamente, de volta para fora, usando shorts, cortando o seu cabelo. Sim, [“Amém”] mas... “Como um porco que volta ao seu lamaçal, e um cão ao seu vômito”, aí está você. [“Amém”] Não fique com raiva; fique calmo. [“Isso mesmo”; “Amém”]