30 DE JUNHO

30/06/2017 00:00

 

1784 - Morre Denis Diderot, filósofo e escritor francês. 

1871 - Na Guatemala, uma revolução liberal encabeçada por Miguel García Granados e Justo Rufino Barrios derrota o governo de Vicente Cerna. Barrios ocupa o poder.  

1887 - Dom Pedro II embarca para Europa muito doente. Começa no Brasil o terceiro período de regência da princesa Isabel. 

1908 - Uma misteriosa e gigantesca explosão devasta mais de dois mil quilômetros quadrados da mata na Sibéria Central. A causa mais provável é a quedan de um meteorito. 

1909 - Nasce Juan Bosch, ex-presidente da República Dominicana. 

1926 - Termina o controle da Sociedade das Nações sobre a Áustria. 

1934 - Hitler termina com a facção extremista de seu partido, os SA. O chefe do grupo, Ernst Rohm, e seus principais colaboradores são executados. 

1945 - Nasce Sean Scully, pintor irlandês. 

1950 - Guerra da Coréia: o presidente Truman ordena a intervenção das forças terrestres norte-americanas. 

1950 - Delegados de 33 nações se reunem em Frankfurt, na Alemanha Oriental, e fundam uma nova Internacional Socialista. 

1959 - Morre José Vasconcelos, escritor e político mexicano. 

1960 - Independência do Congo. O país africano Congo Belga declara a sua independência no dia 30 de junho de 1960. O nome da nação é modificado em 1971 para Zaire, e em 1997 para República Democrática do Congo. A independência do Congo foi seguida de violência e banhos de sangue na fronteira com a Angola, a Crise do Congo. 

1966 - A capital do Congo é rebatizada com o nome de Kinshasa. 

1969 - Augusto Vandor, líder sindical argentino, é assassinado por cinco homens armados. 

1969 - Morre Moshé Tshombe, político do Congo. 

1970 - Um terremoto atinge o Peru, causando a morte de 50 mil pessoas e deixando 30 mil feridos. 

1980 - O Papa João Paulo II viaja ao Brasil. 

1989 - Uma Junta Militar, encabeçada pelo general Omar Hassan Ahmed, toma o poder no Sudão após derrotar o governo civil de Sadek Al Mahdi. 

1990 - Os estados alemães se unificam em matéria econômica, monetária e social, desaparecendo as fronteiras entre ambos. 

1992 - O governo russo aprova um amplo programa de privatizações de empresas. 

1996 - O líder do Partido da Liberação Dominicana, Leonel Fernández, aliado do presidente Joaquín Balaguer, ganha as eleições presidenciais.