Tu Crês Nisso?

09/03/2019 00:00

 

Tu Crês Nisso? (03/10/1951) § 71, New York, New York, EUA.

Não importa o quanto isto, aquilo, e aquilo outro, você tem que ter algo que golpeie você, irmão, vital; isso resolve para sempre. Isso é fé. Jesus é o Sumo Sacerdote da sua confissão. Tudo o que você confessa que Ele está fazendo Ele fará. Você... Muitas pessoas olham para os sintomas. Você diz: “Bem, irmão Branham, minha mão não está mais direita”. Ela nunca estará enquanto você olhar para ela. Nós não olhamos para isso; temos de olhar para a promessa de Deus. [“Amém”] Fale sobre sintomas, olhe para Jonas, lá no ventre da baleia. Se alguém pudesse ter tido sintomas, ele os tinha: desviado; mãos amarradas atrás dele, fora no mar, uma tempestade chega, arremessam-lhe para fora; a baleia o engoliu e foi para o fundo do mar. Qualquer peixe quando ele se – quando ele se alimenta, ele vai e descansa suas nadadeiras – barbatanas no fundo do mar. E lá estava ela lá embaixo com o ventre cheio de um pregador desviado, deitada lá nas margens, no – lá no fundo do mar, uma tempestade no mar. Desviado, que condição em que ele estava. Ele olhava para este lado, era o ventre da baleia, ele olhava para o outro lado, e era o ventre da baleia; para onde quer que ele olhasse, era o ventre da baleia. Sabe o que ele disse? Ele disse: “Eu não estou olhando para o ventre dessa baleia”. Ele disse: “Eles estão mentindo vaidades”. Ele disse: “Senhor, uma vez mais eu olho para o Teu santo templo”. [“Amém”] Aleluia. Não via o ventre da baleia, ele viu o templo de Deus.