9 DE AGOSTO

09/08/2018 00:00

1655 - Oliver Cromwell divide a Inglaterra em onze distritos, cada um com um general como governador. 

1784 - Nascimento do padre Antônio Feijó. 

1849 - Veneza se rende, vencida pela fome e pela cólera, dando fim a primeira guerra pela independência da Itália. 

1896 - Nascimento de Jean Piaget, pesquisador e estudioso do desenvolvimento intelectual. 

1904 - O Congresso Internacional de Mineiros, reunido em Paris, exige jornada de oito horas e o estabelecimento de um salário mínimo. 

1916 - Pancho Villa ataca e incendeia a cidade de Columbus (Ohio), em represália ao apoio norte-americano ao governo de Carranza. 

1919 - Morre Ernst Haeckel, zoólogo e filósofo alemão. 

1928 - Mergulhadores italianos resgatam do fundo do Mar Mediterrâneo a caixa forte do navio belga Elizabethville, que continha um conjunto de diamantes avaliados em 40 mil libras esterlinas. O navio havia sido afundado pela marinha alemã durante a Primeira Guerra Mundial. 

1934 - Heinrich Himmler, chefe das SS e da Gestapo, assume o comando dos campos de concentração. 

1942 - Gandhi é preso junto com outros dirigentes do Congresso Nacional Indiano. 

1945 - Os Estados Unidos lançam sua segunda bomba atômica, que destrói a cidade de Nagasaki e deixa milhares de vítimas. A bomba provoca a rendição do Japão e põe fim a Segunda Guerra Mundial. 

1946 - Árabes e judeus se negam a participar da Conferência de Londres, dedicada à Palestina. 

1951 - Um incêndio destrói em San Salvador a Catedral e o Teatro Nacional. 

1953 - EUA e Coréia firmam um pacto de ajuda militar em caso de ataque comunista. 

1962 - Morre Hermann Hesse, escritor alemão, Nobel de Literatura em 1946. 

1965 - Singapura se separa da Malásia. 

1969 - Assassinato em Los Angeles (EUA) da atriz Sharon Tate, grávida de oito meses, e de outras quatro pessoas, por parte da seita de Charles Mason. 

1971 - O acordo indo-soviético de amizade e apoio mútuo é assinado. 

1971 - Pelo menos 13 pessoas morrem durante distúrbios em Belfast, Irlanda do Norte. 

1975 - Morre Dimitri Shostakovich, compositor russo. 

1984 - O governo uruguaio revoga o decreto que limitava a liberdade de informação e a atividade pública dos partidos políticos. 

1987 - Tem início a maior greve legal na história da África do Sul: mais de 200 mil mineiros negros param de trabalhar, em greve que se prolongou até o dia primeiro de setembro. 

1989 - Darli Alves da Silva e seu filho Darci são pronunciados como autores do assassinato do líder sindical Chico Mendes. 

1990 - O Conselho de Segurança da ONU aprova por unanimidade a resolução que declara "ilegal, nula e sem efeito a anexação do Kuwait pelo Iraque. 

1991 - Morre James Benson Irwing, astronauta norte-americano. 

1994 - Seqüestradores matam um tenente da Marinha e obrigam quatro marinheiros a abandonar a embarcação em que estavam em Cuba para irem para os Estados Unidos. 

1997 - O sociólogo Betinho, que liderou campanhas contra a fome no Brasil, morre de insuficiência hepática. Hemofílico, ele contraiu o vírus da aids durante uma transfusão de sangue. 

1998 - Morre Francisco Zúñiga, pintor e escultor mexicano. 

1998 - O motoboy Francisco de Assis Pereira confessa ter estuprado e matado nove mulheres. Ele escondia os corpos no Parque do Estado, na zona sul da cidade de São Paulo. 

1999 - O presidente Boris Yeltsin demite seu gabinete e nomeia Vladimir Putin para o cargo de primeiro ministro. 

2000 - Forças de segurança libanesas ocupam uma zona supervisionada por Israel no sul do país, restabelecendo o controle estatal na região após 24 anos. 

2001 - As tropas israelenses ocupam a Casa do Oriente, sede da Autoridade Nacional Palestina (ANP), em Jerusalém. 

2001 - Indígenas de todo o mundo se reúnem na sede da ONU em Nova York para comemorar o Dia Internacional dos Povos Indígenas.