5 DE ABRIL

05/04/2019 00:00

  1588 - O filósofo Inglês e teórico político Thomas Hobbes, mais conhecido por suas publicações sobre a segurança individual e do contrato social, nasceu.  

  1614 – A índia Powhatan Pocahontas casou com o plantador colonial e oficial da Virginia John Rolfe. 

  1621 - O Mayflower partiu para a Inglaterra depois de ter depositado 102 peregrinos em que se tornou a colônia americana de Plymouth (Massachusetts). 

1818 - Os generais São Martin e O'Higgins conquistam a vitória de Maipu, que sela a independência do Chile.  

1831 - Joaquim Prieto é eleito presidente do Chile, em cujo mandato promulga a Constituição de 1833.  

1856 - Educador e reformador americano Booker T. Washington nasceu em Virginia. 

1879 - Estoura a Guerra do Pacífico entre Chile, Peru e Bolívia, em razão da delimitação das fronteiras entre os três países.  

1895 - Morre, lutando pela independência de sua pátria, o general cubano José Guillermo Moncada, mais conhecido por Guillermón.  

1900 - O príncipe de Galles, Eduardo VII, escapa de um atentado na estação de trem de Bruxelas. O autor queria se vingar das mortes provocadas por britânicos no sul da África. 

1915 - I Guerra Mundial: O exército francês organiza uma grande ofensiva nas zonas de Mosa e Mosela.  

1923 - Lord Carnarvon, arqueólogo que descobriu a tumba do faraó egípcio Tutancamon, morre de uma doença até então desconhecida, chamada apenas de -a maldição de Tutancamom-. 

1934 - Nasce Roman Herzog, presidente da República Federal da Alemanha.  

1937 - Nasce Colin Powell, militar e político norte-americano.  

1942 - II Guerra Mundial: o alto comando alemão ordena concentrar a ofensiva de verão em Cáucaso.  

1945 - A URSS anula o pacto de neutralidade com o Japão.  

1951 - Um tribunal americano condena à morte o casal Rosenberg, acusado de espionagem em favor da URSS. 

1952 - Golpe de Estado em Cuba. Em 05 de abril de 1952, Fulgêncio Batista dá um golpe de Estado e assume o poder de Cuba. Fulgêncio dissolveu os partidos políticos e marcou o seu governo pela violência e repressão. Acabou liberando o país para a ação da máfia, do tráfico de drogas e da prostituição, revoltando toda população. 

1954 - O presidente Somoza sai ileso de um atentado na Nicarágua.  

1955 - Aos 80 anos, Winston Churchill renuncia ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido. 

1964 - Morre Douglas Mac Arthur, general dos Estados Unidos.  

1965 - A URSS fornece mísseis ao Vietnã do Norte.  

1971 - O vulcão italiano Etna, localizado na Sicília, entra em erupção 20 anos depois da sua última manifestação. 

1975 - Morre Chiang Kai-Chek, general chinês, protagonista da guerra civil de seu país e chefe do Estado de Taiwan.  

1977 - O ex-presidente de Cuba, Carlos Prío Socarrás, líder da comunidade anticastrista, se suicida em Miami, onde estava exilado. 

1980 - Quinhentos cubanos ocupam a Embaixada do Peru em Havana para pedir asilo político. 

1986 - Uma explosão de uma bomba na discoteca La belle, em Berlin Ocidental, causa a morte de duas pessoas e deixa 155 feridas.  

1990 - Os Estados Unidos e a União Soviética anunciam que o Presidente George Bush e o President Mikhail Gorbachev teriam o seu primeiro encontro de cúpula nos Estados Unidos em maio ou junho daquele ano. 

1992 - Um Golpe de Estado ocorre no Peru. O presidente Alberto Fujimori dissolve o Parlamento e assume todos os poderes.  

1994 - Os presidentes do México, Carlos Salinas de Gortari, e de Costa Rica, Rafael Calderón, firmam o Tratado de Livre Comércio mútuo.  

1995 - Morre Christian Pineau, herói da resistência francesa e um dos "pais" do Tratado de Roma.  

1999 - Depois de dez anos de reclamações, a Líbia entrega, na Holanda, os autores do atentado de Lockerbie (Escócia) que causou 270 mortes. 

1999 - Mísseis e aviões da OTAN explodem alvos servios na Iugoslávia pelo 13º dia consecutivo. 

2000 - Morre, aos 56 anos, a assaltante Djanir Suzano, a "Lili Carabina". Sua vida é retratada no cinema em 1988 pela atriz Betty Faria.

2000 - Yoshiro Mori, do Partido Liberal-Democrata que tornou-se primeiro-ministro do Japão, substituindo Obuchi Keizo, que havia sofrido um derrame no início do mês e, posteriormente, morreu.