A Fé de Abraão

25/01/2019 00:00

 

A Fé de Abraão (18/11/1955) § 49-50, San Fernando, Califórnia, EUA.

Posso ouvir todos os santos do Antigo Testamento dizer: “Levantai, ó portas eternas, e levantai-vos e entrará o Rei da Glória”. Posso ouvir os anjos cantarem de volta por lá: “Quem é este Rei da glória?”. Eles disseram: “O Senhor dos Exércitos, poderoso na batalha”. Assim é Ele, [“Amém”] Deus, Jeová-Jiré. Como é que as portas se abrirão? O botão é pressionado, e as portas de pérolas se abrem; aqui vem Jesus, leva cativo o cativeiro. Aqui desce Ele como o Conquistador, andando através das cidades dos novos céus, e andou na frente do Pai, e disse: “Pai, aqui estão eles. Morreram todos em boa-fé, com o sacrifício do Cordeiro, mas Eu os apresento a Ti”. “Muito bem. Venha até aqui e Se assente à Minha mão direita, para que Eu envie o Espírito Santo de volta para baixo. E Sente-se aí até que todos os inimigos sejam feitos escabelo dos Teus pés”. Glória a Deus. Nós aguardamos por Ele para que volte algum dia em glória. [“Amém”] E aqueles que estão no pó da terra ressuscitarão e serão transformados em um momento, em um piscar de olhos, e serão feitos semelhante à Sua... “Eles possuirão as portas do inimigo”.