E a Tua Descendência Possuirá a Porta dos Seus Inimigos

09/04/2017 00:00

 

E a Tua Descendência Possuirá a Porta dos Seus Inimigos (13/02/1961) § 42, Long Beach, Califórnia, EUA.

Justamente quando eles estavam prontos para dar o seu último passo, posso vê-Lo levantar-Se. Suas vestes sacerdotais caem em torno Dele, onde Ele está assentado esta noite, elas estão manchadas com sangue, fazendo intercessão sobre nossa confissão, [“Amém”] pois Ele morreu para levar a efeito qualquer coisa que pedirmos. Onde está a nossa fé Nele? Lá Ele Se levanta, Se move dessa maneira, e aqui vem uma grande nuvem branca perto Dele. Sobe nela, chama o vento leste, o vento norte, o vento sul e o vento oeste, para conduzi-los como cavalos. Estende a mão e apanha um relâmpago em ziguezague, e o rompe através dos céus. Antes que eles pudessem entrar lá, Ele estava na for-fornalha de fogo com eles. Ele ficou lá com uma grande folha de palmeira lá fora em algum lugar perto da Árvore da Vida, abanando as chamas de fogo para longe deles assim. Disse: “Eu só quero falar isso com vocês, filhos. Sei que vocês são a semente de Abraão. Eu dei a promessa, e Eu estou aqui para respondê-la”, [“Amém”] mantendo as chamas do fogo afastadas. Oh, sim. Eles abriram. Disse: “Quantos você colocou lá dentro?”. Disse: “Três”. Ele disse: “Há mais um ali, e Ele se parece com o Filho de Deus”. Ele era. [“Amém”] Por quê? Eles – depois que eles foram testados, eles possuíram as portas do inimigo. [“Sim. Aleluia”] Amém.