Adoção Nº 4

06/04/2017 00:00

 

Adoção Nº 4 (22/05/1960) §§ 97-100, Jeffersonville, Indiana, EUA

Só então eu comecei a vir. Olhei, deitado lá na cama, e eu vi minha velha carcaça aqui, ficando velha e enrugada, e estendida, e – e doente e aflito, e vi minhas mãos por detrás de minha cabeça, e eu pensei: “Oh, terei que voltar naquela coisa outra vez?”. E eu continuei ouvindo aquela Voz: “Siga em frente. Siga em frente”. Eu disse: “Senhor, sempre acreditei na cura divina; eu continuarei crendo nisto. Mas eu prosseguirei por aquelas almas, então me ajude. Eu terei tantos lá que eu... Permita-me viver Senhor, e eu colocarei mais outro milhão lá dentro, se Tu apenas me deixar viver”. [“Amém”] Não me importa que cor, que credo, que nacionalidade, o que eles são; todos eles são um quando chegam lá. Os velhos limites de fronteira partiram. [“Amém”]