Abraão e a Sua Descendência Após Ele

23/01/2017 00:00

 

Abraão e a Sua Descendência Após Ele (16/04/1961) § 165

Não olhe para si mesmo; olhe para o seu Sacrifício. [“Amém”] Deus não olha para você; Ele olha para o seu Sacrifício que é Cristo. Não olhe para si mesmo. Eu não sou digno; você não é digno; ninguém é digno; mas Ele é o único. Eu não estou contando com o que eu fiz, com o que eu sou, ou eu – eu nunca faria isso. Mas eu estou olhando para o que Ele fez. Aí está onde eu estou confiante: no que Ele fez. Ele é o meu Sacrifício. Eu não sou digno de cura. Não, senhor. Senhor, eu deveria ter morrido há muito... Eu nunca deveria sequer ter nascido. Mas eu vivo; eu tenho a Vida Eterna; eu irei para o céu. Por quê? Porque Ele fez isso por mim...?... [“Amém”] Ele tomou o meu lugar. Eu estava cambaio, estrábico em todo tipo de condição, mas Ele tomou o meu lugar. Espiritualmente falando, eu estava todo torcido, e todo desarrumado; mas Ele tomou o meu lugar; então Ele me fez um filho perfeito de Deus, uma filha perfeita de Deus. Seu sacrifício fez isso, não o meu. Eu não tinha nada a ver com isso. Eu nasci todo fora de forma de qualquer maneira. Mas eu – eu não confio no que eu fiz. Eu confio no que Ele fez (Vê?), [“Amém”] o que Ele era, isso é o que era.