26 DE JULHO

26/07/2016 00:00

1581 - Através da União de Utrecht, a Holanda declara-se formalmente independente da Espanha. 

1605 - Os protestantes franceses realizam uma assembléia em Chatelherault, desafiando o rei Enrique IV. 

1852 - O general Justo José de Urquiza assume o governo da República Argentina. 

1856 - Nasce George Bernard Shaw, dramaturgo irlandês, Prêmio Nobel de Literatura em 1925. 

1875 - Nasce Antonio Machado, escritor espanhol. 

1875 - Nasce Carl Gustav Jung, psicólogo suíço. 

1882 - Estréia "Parsifal", a última ópera de Wagner. O herói é um dos cavaleiros da Távola Redonda do rei Arthur, que depois de muitas peripécias é coroado rei do santo Graal. 

1890 - Explode em Buenos Aires uma revolução dirigida por Leandro N. Alem contra Miguel Juárez Celman, que deixou a presidência argentina. 

1891 - A França faz a anexação da ilha do Taiti. 

1894 - Nasce Aldous Huxley, escritor britânico. 

1899 - O presidente da República Dominicana Ulises Heureaux é assassinado. 

1908 - Nasce Salvador Allende, presidente do Chile (1970-1973). 

1908 - Acontece a primeira prova automobilística da América do Sul no Circuito de Itapecerica, em São Paulo. 

1908 - O alemão Koppen, a bordo do carro "Protos", ganha a corrida automobilística "Ao redor do mundo", que durou cinco meses. 

1915 - Juan Luis Sanfuentes é eleito presidente do Chile. 

1928 - Nasce Stanley Kubrick, cineasta norte-americano. 

1930 – A Revolução de 30. Em 26 de julho de 1930, o político paraibano João Pessoa é assassinado. A vitória do candidato governista Júlio Prestes nas eleições de março de 1930, derrotando Getúlio Vargas, causou a união da oposição, que culminou na Revolução de 1930. João Pessoa tornou-se o mártir do movimento. 

1933 - O governo do Reich promulga uma lei de esterilização para melhorar a raça alemã. 

1933 - Cuba é pacificada quando o presidente Gerardo Machado outorga uma anistia e restabelece as garantias constitucionais no país. 

1942 - O bombardeio do navio brasileiro Tamandaré por um submarino alemão faz o Brasil entrar na Segunda Guerra Mundial. 

1942 - A aviação britânica bombardeia a cidade alemã de Hamburgo durante a Segunda Guerra Mundial. 

1945 - Grã-Bretanha, Estados Unidos e China exigem a rendição incondicional do Japão. 

1945 - Reunião constituinte das Nações Unidas em Nova York. 

1952 - A ex-atriz Eva Perón morre aos 33 anos de idade na Argentina vítima de leucemia. Evita se tornou porta-voz dos descamisados e das feministas ao abraçar a causa populista do marido Perón, presidente da Argentina.  

1953 - Assalto frustrado ao quartel Moncada, próximo de Santiago de Cuba, por um grupo de rebeldes comandado por Fidel Castro. O objetivo do grupo era derrubar o ditador Batista. 

1953 - O governo húngaro dissolve os campos de trabalho e ordena uma ampla anistia. 

1956 - O Egito nacionaliza o Canal de Suez. 

1957 - O general Castillo Armas, presidente da Guatemala, é assassinado no palácio presidencial por um soldado de sua guarda. 

1958 - Os Estados Unidos lança ao espaço o satélite Explorer VI. 

1961 - Cuba unifica todas as forças políticas no Partido Unido da Revolução Socialista. 

1963 - Um terremoto na região de Skopje, Iugoslávia, deixa mais de mil vítimas. 

1967 - O Equador rompe relações diplomáticas com o Haiti pela violação de direitos humanos efetuada pelo governo de Duvalier. 

1975 - Os presidentes da Bolívia, Hugo Banzer, e do Uruguai, Juan María Bordaberry, assinam uma ata de entendimento bilateral. 

1986 - Morre Vincent Minnelli, cineasta norte-americano. 

1987 - Uma intensa onda de calor vinda do Saara afeta o sul da Europa, deixando mais de mil mortos. 

1990 - Tem início a Operação Dragão, que põe fim a 20 anos de presença de armas químicas norte-americanas na Alemanha. 

1990 - O Iraque aceita retirar tropas de sua fronteira com o Kuwait. 

1993 - Avião de passageiros sul-coreano cai perto de Seul e 66 pessoas morrem. 

1995 - Peru e Equador aceitam desmilitarizar uma zona de 500 quilômetros quadrados em sua fronteira, logo após os conflitos armados que duraram um mês. 

2000 - Cerca de 200 presos políticos chilenos, torturados durante a ditadura, apresentam acusação contra Pinochet. 

2000 - Fidel Castro desfila seguido por mais de 1 milhão de pessoas, em frente à sede diplomática norte-americana em Havana, gritando "Abaixo o bloqueio". 

2000 - Um juiz federal de Nova York aprova o acordo de indenização, através do qual os bancos suíços se comprometem a pagar 250 milhões de dólares às vítimas do Holocausto.