1º DE MAIO

01/05/2017 00:00

Dia do Trabalho. O Dia do Trabalho foi criado em 1889 por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral que aconteceu em 1º de maio de 1886 em Chicago, principal centro industrial da época. Os trabalhadores protestavam contra as condições desumanas de trabalho. 

  1500 - Pero Vaz de Caminha anuncia o feito da frota de Pedro Álvares Cabral, que descobriu o Brasil em 22 de abril, ao rei Dom Manuel, através de uma carta datada em 1° de maio. O documento notabiliza-se como o mais importante relativo à descoberta do Brasil, pela riqueza de detalhes. 

1786 - A ópera As Bodas de Fígaro, de Mozart, estréia em Viena, com muito sucesso. 

1808 - É proclamado no Brasil estado de guerra entre a Casa de Bragança e a família napoleônica.  

1827 - Francisco Antonio Pinto assume a presidência do Chile após a renúncia de Ramón Freire.  

1844 - Uma notícia é transmitida, pela primeira vez, por telégrafo, de Baltimore para Washington.  

1851 - Justo José de Urquiza faz um pronunciamento na Argentina contra Juan Manuel de Rosas. 

1853 - O Congresso Constituinte Argentino aprova a Constituição Federal da República. Buenos Aires não aceita e forma um estado independente, que dura até 1859. 

1861 - José María Acha é eleito presidente da Bolívia. 

1865 - É criada a Tríplice Aliança entre Brasil, Argentina e Uruguai para enfrentar o Paraguai, regido pelo marechal Francisco Solano López. 

1879 - O governo argentino decreta a devolução ao Paraguai do território estipulado no acordo do presidente norte-americano Ruthenford E. Hayes em outubro do ano anterior. 

1917 - Venustiano Carranza toma posse do cargo de presidente da República do México. 

1917 - Morre José Enrique Rodó, escritor uruguaio.  

1931 - O edifício Empire State, con 104 andares, é inaugurado em Nova York. Ele é considerado o mais alto do mundo durante muitos anos. 

1934 - Nasce Cuauhtemoc Cárdenas, político mexicano. 

1936 - É organizada a Frente Popular da Esquerda na Argentina. 

1940 - A lei do salário-mínimo é anunciada no Brasil. O país foi dividido em regiões para que o salário fosse fixado de acordo com a produção e a necessidade de cada região.  

1948 - A Conferência Panamericana é celebrada na Colômbia, marcando o nascimento da Organização dos Estados Americanos (OEA).  

1958 - Arturo Frondizi toma posse da presidência da República Argentina. 

1962 - Fidel Castro proclama que Cuba é, oficialmente, uma República Democrática e Socialista.  

1966 - Carlos Lleras Restrepo, do partido Liberal, é eleito presidente da Colômbia. 

1967 - Anastasio Somoza toma posse da presidência da República da Nicarágua. 

1973 - O presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, assume a responsabilidade do caso Watergate. As investigações indicavam que um antigo assessor de Nixon, G. Gordon Liddy, advogado pertencente à comissão para a reeleição, e James McCord Jr. tinham planejado a operação de espionagem contra os democratas em 1972. 

1984 - É decretado estado de sítio na Colômbia, como conseqüência do assassinato do ministro da Justiça. 

1985 - O governo dos Estados Unidos anuncia um embargo comercial absoluto contra a Nicarágua. 

1994 - O Partido Social Cristão ganha as eleições gerais no Equador.  

1994 - Morre Ayrton Senna, piloto brasileiro de Fórmula 1. O acidente aconteceu na 6ª volta do GP de Ímola. Senna estava liderando a corrida com 0,675s na frente do Benetton de Michael Schumacher. Ayrton bateu na curva Tamburello e veio a falecer logo em seguida. 

2001 - O presidente norte-americano, George W. Bush, anuncia a construção do escudo antimíssel de largo alcance (NMD), que violaria o Tratado de Mísseis Antibalísticos (ABM) firmado com a URSS em 1972.