A Ressurreição da Filha de Jairo

21/06/2016 00:00

 

A Ressurreição da Filha de Jairo (02/03/1954) § 4 [sem tradução]

Eu simplesmente vou querer me assentar debaixo daquela árvore perene e apenas relaxar por alguns milhares de anos, simplesmente para olhar a isso por toda parte. Não será maravilhoso? Isso pode soar mítico, mas pode não ser exatamente dessa maneira. Mas de qualquer forma, pela graça de Deus, eu quero estar lá. Sim, eu quero estar lá. E eu creio que, por Sua graça, a graça imerecida, que eu tenho por mim mesmo, isto não é de mim mesmo, que Ele me deu, por nenhum mérito que eu tivesse que apresentar, eu estarei lá. “Pois aqueles que Ele chamou, Ele escolheu. E aqueles que Ele tem – que Ele... Aqueles que Ele chamou, Ele justificou. E aqueles que Ele justificou, Ele (já) glorificou. E quando este tabernáculo terrestre for dissolvido, nós já temos um esperando”. Amém. Logo na presença de Seus seres esta noite, aos Seus olhos já estamos glorificado: “Aqueles que Ele justificou, Ele tem (passado) glorificado”. E o que faz de você um cristão, é porque – e durante um tempo para aquela perfeição, é por causa da perfeição que está logo ali, naquele outro corpo glorificado. Quando este é removido, você se muda para aquele. Não é maravilhoso? Do que estamos com medo então? Nós apenas cremos, e depois o Mestre de tudo isso disse: “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”. Nada pode nos prejudicar. Simplesmente tão tranqüilo quanto crianças brincando em volta. Simplesmente... Temos um Pai celestial que cuida de nós. E tudo o que Ele vê que temos necessidade, Ele simplesmente concede isso a nós.